A HARMONIA DE ALLAN GRESKIV

A HARMONIA DE ALLAN GRESKIV

Allan Greskiv é um artista emergente que vêm construindo seu trabalho de forma experimental, sempre empírico e tendo como base de vivencias fluidas no mundo da arte que flertam com a música eletrônica. Padrões de repetição e proporção são presentes em sua obra, que apesar de nova se apoia nos ombros de grandes gigantes do abstracionismo geométrico. A arte de Allan está completamente alinhada com sua persona, sendo indivisível e, até ouso dizer, uma continuação de sua personalidade, com um ouvido afiado Greskiv separa bpm’s em sua cabeça da mesma forma como distancia as linhas e planos em suas composições pictóricas.
Há ainda uma verdade oculta em suas obras, como toda imagem é sempre uma afirmação, o trabalho de composição de Greskiv grita a proporção da tríade, padrão geométrico dos triângulos que, dentre suas múltiplas representações, faz alusão ao início, o meio e o fim, a santíssima Trindade, a unidade e a fluidez, conceitos presentes na plasticidade de suas telas.
Sendo um artista no início da carreira Allan Greskiv está aprendendo com as suas experiências testando suportes, tintas e composições. Como curadora e crítica de arte coloco a obra de Greskiv como uma aposta. Tem momentos em que ser onisciente seria a solução perfeita para a ansiedade, como não é possível devemos esperar pelo futuro, mas como uma boa jogadora enxergo um auspicioso artista quando encontro um.

Crítica escrita por Giovana Martucci.

Comentários
    Categorias

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest